gototopgototop
Notícias > Agronegócio > Brasil e Vietnã impulsionam aumento na safra global de café - USDA
Brasil e Vietnã impulsionam aumento na safra global de café - USDA
PDF Imprimir

A produção mundial de café na safra 2012/13 deve atingir 148 milhões de sacas, um aumento de 10 milhões de sacas ante o período anterior, de acordo com relatório sobre os mercados mundiais do grão divulgado na sexta-feira(22) pelo Departamento de Agricultura dos Estados Unidos (USDA).

Metade do ganho no ciclo atual é atribuída à entrada da safra de alta de arábica no Brasil, enquanto colheitas recordes de robusta no Brasil e no Vietnã também devem contribuir para o crescimento.

O relatório aponta a produção brasileira num recorde de 55,9 milhões de sacas, crescendo 6,7 milhões, devido principalmente aos pés da variedade arábica estarem entrando no ano de alta do ciclo bianual de produção.

"Apesar de ciclos anteriores terem crescido de maneira constante, a previsão para este ano é um pouco abaixo do ciclo anterior, em função de estragos causados pela geada e por condições secas em Minas Gerais (durante o desenvolvimento da safra), principal região produtora do país", disse o USDA em seu relatório.

A colheita do robusta no Brasil deve continuar crescendo, disse o órgão norte-americano, com condições favoráveis do clima e bom manejo das lavouras ajudando a frutificação no Espírito Santo, onde a maior parte deste tipo de grão é cultivada.

Sobre o robusta no Brasil, o USDA acrescentou que "mais da metade da oferta adicional deve aumentar as exportações, com o restante sendo direcionado para modestos ganhos no consumo e para estoques".

COLÔMBIA

A produção na Colômbia é prevista para 7,5 milhões de sacas, igual ao ano anterior, e 5 milhões de sacas abaixo do nível da safra 2007/08, quando começou um período de declínio da produção colombiana, por condições climáticas adversas e um programa de renovação dos cafezais.

As condições de cultivo na Colômbia foram projetadas para continuar ruins, com os problemas relacionados a pragas persistindo. As exportações do país foram projetadas em 6,5 milhões de sacas, inalteradas em relação ao ano anterior.

VIETNÃ

O relatório do USDA projeta produção no Vietnã, principal fornecedor mundial de café robusta, em um recorde de 22,4 milhões de sacas. Trata-se de um aumento de 1,4 milhão de sacas, baseado na combinação de condições favoráveis para o cultivo e um aumento na área de colheita. Nos últimos cinco anos, as áreas com café no país cresceram quase 15 por cento e muitas destas árvores estão agora frutificando.

"Como um precursor de potencial futuro de produção, recentes preços altos encorajaram fazendeiros a continuar a expansão das áreas", afirma o relatório.

As exportações do Vietnã foram projetadas pelo USDA em 1 milhão de sacas a mais, para 20 milhões de sacas, com estoques de passagem marginalmente reconstituídos.

EXPORTAÇÕES

O USDA projeta aumento de 7 milhões de sacas nas exportações globais, para 115 milhões, principalmente devido à força da produção brasileira e vietnamita.

O consumo mundial deve subir em 3 milhões de sacas para 142 milhões, com expansão constante na maior parte dos países. Embora os estoques finais devam ficar 3 milhões de sacas maiores, em 27 milhões, "a oferta continua apertada", completou o USDA.

Fonte: Reuters

 
Tempo de Execucao: 0.0001 segundos. Start: 1405232482.1813 segundos. Finish: 2.4080276489258E-5 segundos.